addup

Openday – A Biotecnologia e Inovação nos Soutos

Openday – A Biotecnologia e Inovação nos Soutos

A Deifil irá realizar o evento “OPENDAY – A BIOTECNOLOGIA E INOVAÇÃO NOS SOUTOS”, que terá lugar no dia 13 de junho de 2022 a partir das 10h00, no Centro Interpretativo Maria da Fonte – Póvoa de Lanhoso.

Neste evento contaremos com a presença diversos oradores especialistas na área da biotecnologia vegetal, que irão apresentar temas com elevado impacto na rentabilidade dos soutos como a micropropagação, micorrização e a microenxertia.

Para além dos Investigadores da Deifil contamos com as convidadas Doutora Marisa Castro, Professora na Universidade de Vigo e a Doutora Anabela Martins, Professora no Instituto Politécnico de Bragança.

Junte-se a nós!
O evento é gratuito, mas sujeito a inscrição.

Programa

10h00
Receção dos participantes / Welcome coffee

10h30
Sessão de Abertura

Andreia Afonso e Filipe Vieira (Fundadores da Deifil)
Ricardo Alves – Vereador da Economia, Inovação e Internacionalização da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso

10h50
Andreia Afonso (Deifil)
– Deifil:

A Biotecnologia ao serviço da agricultura

11h15
Marisa Castro (Professora, Universidade de Vigo)
– Cogumelos nos Soutos:

Biodiversidade, ecologia e sustentabilidade

11h40
Anabela Martins (Professora, Instituto Politécnico de Bragança)
– Micropropagação e micorrização:

O papel no melhoramento do castanheiro

12h05
Patrícia Ferreira (Investigadora, Deifil)
– Michestnut3:

Produção de híbridos de castanheiro altamente resistentes e produtivos com recurso a técnicas de micropropagação, micorrização e microenxertia

12h30
Vanessa Vieira (Investigadora, Deifil)
– Mycochest:

Produtos de base biológica para o melhoramento do castanheiro

12h45
Laura Bernabé (Investigadora, Deifil)
– BreedMartainha:

Seleção e propagação de material vegetal

13h
Pausa para almoço

15h
Visita às instalações da Deifil (sujeito a inscrição)

17h
Encerramento

Posted by addup in congressos, Sem categoria
Propriedades químicas e organolépticas de pão enriquecido com Rosmarinus officinalis L.: O potencial dos extratos naturais obtidos através de metodologias de extração verdes como ingredientes alimentares

Propriedades químicas e organolépticas de pão enriquecido com Rosmarinus officinalis L.: O potencial dos extratos naturais obtidos através de metodologias de extração verdes como ingredientes alimentares

No âmbito do projeto mobilizador ValorNatural, a DEIFIL estudou o potencial de diferentes matrizes naturais como fontes de aromas. Desta vez, foram os extratos de alecrim que ganharam palco na revista Food Chemistry (https://www.journals.elsevier.com/food-chemistry).

Com o intuito de serem aplicados na indústria alimentar, extratos de alecrim foram avaliados do ponto de vista químico (composição em voláteis), sensorial (descritores aromáticos e intensidade de notas aromáticas) e potencial citotóxico. Neste estudo, estabeleceu-se uma gama concentrações a aplicar na confeção de pão.

As amostras de crosta e miolo de pão foram analisadas do ponto de vista analítico por cromatografia de gases. Por outro lado, as características sensoriais dos pães, confecionados com extratos, mereceram atenção por um painel de avaliadores no que concerne ao odor resultante. Assim, quantidades ínfimas de D-limoneno e eucaliptol (provenientes dos extratos), tornam os produtos mais agradáveis ao olfato, sem deturpar o seu odor original a pão.

O trabalho encontra-se disponível em:

https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2022.132514

Posted by addup in artigos técnicos/científicos
Deifil colabora num novo projeto mobilizador – BIOma

Deifil colabora num novo projeto mobilizador – BIOma

O BIOma – Soluções integradas de Bioeconomia para a Mobilização da cadeia Agroalimentar – é um projeto mobilizador norteado pela valorização dos resíduos agroalimentares em diferentes vertentes através da inovação e desenvolvimento.

Este projeto toca em duas grandes estratégias da UE – a Bioeconomia Sustentável e Circular e a Digitalização da Indústria. Deste modo, o BIOMA propõe a criação de uma Cadeia de Valor Agroalimentar (CVAA) entre os parceiros do consórcio do qual a Deifil integra.

De forma particular, a Deifil participa num grupo (PPS2) cujos desafios relacionam-se com o desperdício alimentar gerado ao longo CVAA, potenciando a redução do impacto económico, social e ambiental do desperdício alimentar e as ineficiências ao longo da cadeia, que resultam em grandes perdas económicas e elevado consumo de recursos.

Um dos exemplos concretos de atividades a desenvolver pela PPS2 diz respeito à utilização de resíduos agroalimentares na obtenção de ingredientes naturais conservantes (INC) que, quer pela sua incorporação nos alimentos quer pela sua impregnação em filmes/embalagens, permitirão estender o prazo de validade de alimentos.

Assim, a Deifil continua a explorar o potencial das suas plantas e seus subprodutos com recurso à inovação pelo desenvolvimento de novas aplicações.

Posted by addup in projetos
Publicação científica – Potencial de extratos de tomilho bela luz como ingredientes alimentares

Publicação científica – Potencial de extratos de tomilho bela luz como ingredientes alimentares

O início de 2022 traz mais um marco para a DEIFIL, a publicação de um artigo científico na revista Molecules.

O trabalho centra-se no potencial de extratos de tomilho bela luz (Thymus mastichina L.), obtidos por tecnologias verdes, para fins alimentares como ingredientes aromáticos de valor acrescentado.

Os produtos obtidos através de plantas selecionadas e produzidas pela DEIFIL foram caracterizados relativamente às suas propriedades químicas, toxicológicas e sensoriais. Neste sentido, destaca-se a abundância de moléculas aromáticas como o timol, α-terpineno e p-cimeno, responsáveis pelo atributo às notas verde, fresco e floral. Por fim, através de ensaios in vitro com células de rim de macaco (Vero), não foi verificado potencial citotóxico para o limiar de percepção dos odores dos extratos.

O trabalho publicado enquadra-se no âmbito do projeto mobilizador ValorNatural, onde a DEIFIL lidera um grupo de trabalhos focado em aromas e a sua modelação de com vista à aplicação na indústria de panificação.

Posted by addup in artigos técnicos/científicos
MycoChest – A nova gama de produtos micorrizicos

MycoChest – A nova gama de produtos micorrizicos

Atualmente, a castanha e a sua cultura representam uma amostra significativa no mercado dos frutos secos na bacia do Mediterrâneo. São diversas as variedades produtoras que se desenvolvem nesta região tão concreta do globo terrestre, reconhecidas pela sua rentabilidade em castanhas de valor acrescentado atendendo às suas propriedades organolépticas (cor, textura, odor, sabor) e nutricionais (vitaminas, minerais, bioativos).

O foco na melhoria contínua destas espécies, tem vindo a ter foco face às maiores ameaças até então identificadas, nomeadamente pragas (vespa da galha) e doenças (tinta, e posterior cancro devido à proliferação de Phytophthora cinnamomi). No entanto, as alterações climáticas têm vindo a modificar o ecossistema e a cultura do castanheiro (tal como outras) enfrenta desafios nesse contexto. De facto, no século XXI enfrentamos questões de empobrecimento de solos (água, nutrientes, sais minerais) e, por conseguinte, alteração na flora e na fauna.

Por outro lado, e num panorama geral, as soluções até então apresentadas no sentido de melhorar a produção de alimentos estão ainda centradas em opções de origem de síntese química, focadas em resolver questões no imediato. No entanto, temos vindo a ser cada vez mais enfrentados com a realidade que a aplicação de fitofármacos, ainda que necessária, conduz ao desequilíbrio dos ecossistemas. Consequentemente, torna-se evidente que o recurso abusivo a fitofármacos será prejudicial na preservação das nossas culturas e florestas. Neste sentido, e em consonância com as metas para uma geração mais verde e amiga do ambiente, verificamos a necessidade de soluções de origem natural, compatíveis com o meio ambiente e que atuem na preservação e melhoramento das nossas espécies.

MycoChest foi formulado para responder a diferentes necessidades do mercado global (biocompatibilidade e biodegrabilidade) e, de forma singular, às necessidades vitais de castanheiros e soutos, de forma a preservar as suas características tão apreciadas: castanhas de alto valor acrescentado.

MycoChest é um produto inovador, de origem natural, à base de fungos ectomicorrízicos. Desenvolvido em laboratório, MycoChest foi criado a partir de cogumelos recolhidos em soutos e isolados in vitro. Todas as espécies utilizadas pela DEIFIL foram certificadas por entidades externas, assegurando a qualidade deste novo produto.

MycoChest é um suplemento cuidadosamente desenvolvido para a cultura de castanheiro, focado na micorrização das plantas de forma a conferir-lhes melhores condições de crescimento e manutenção favoráveis à sua vitalidade e vigor. A simbiose estabelecida (castanheiro-fungo) favorece não só o desenvolvimento radicular das plantas, mas também a sua capacidade de captação de água e nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento. Por outro lado, as micorrizas atuam como camada natural e protetora do sistema radicular das plantas.

MycoChest é um produto criado com recurso à tecnologia I3+, desenvolvida pela DEIFIL, desenhada para uma rápida ação de forma a aumentar as probabilidades de favorecer culturas de castanheiro com espécies de cogumelos silvestres raras e altamente apreciadas.

FIRST – culturas jovens (recentemente plantadas)
Enriquecido em fungos ectomicorrízicos de primeira geração, previamente isolados dos soutos, incluindo Pisolithus spp. e Paxillus spp.

ADVANCED – culturas avançadas (plantas produtoras e rentáveis OU previamente inoculadas com fungos de 1ª geração)
Enriquecido em fungos ectomicorrízicos de segunda geração, previamente isolados dos soutos, incluindo Amanita spp. e Boletus spp.

MIX – culturas em estadio intermediário, adaptado a diferentes necessidades (reforço de primários e fortificação com secundários)
Enriquecido em fungos ectomicorrízicos de primeira e segunda geração, previamente isolados dos soutos, incluindo Pisolithus spp., Paxillus spp., Amanita spp. e Boletus spp.

Deifil – “A Biotecnologia ao serviço da Agricultura”

Posted by addup in Notícias
A Deifil na Feira da Castanha e Paladares de Outono em Trancoso e no VII Seminário da Castanha que decorreram em Sambade -Alfândega da Fé

A Deifil na Feira da Castanha e Paladares de Outono em Trancoso e no VII Seminário da Castanha que decorreram em Sambade -Alfândega da Fé

Nos últimos dois fins de semana, a Deifil marcou presença na Feira da Castanha e Paladares de Outono em Trancoso e no VII Seminário da Castanha que decorreram em Sambade -Alfândega da Fé.

Nestas participações a Deifil pôde apresentar o trabalho que realiza na produção de castanheiros híbridos por propagação in vitro. Os participantes puderam ver de perto os castanheiros e comprovar a sua qualidade.

Na Feira da Castanha e Paladares de Outono foi apresentado, aos participantes, um novo produto que a Deifil irá lançar brevemente. Este novo produto vem para melhorar a qualidade e desenvolvimentos dos castanheiros já implementados nos soutos, bem como ajudar nas novas plantações.

Mais uma vez, o contato direto com os produtores reforça a vontade, desta equipa multidisciplinar, de fazer mais. Por isso, continuamos motivados e empenhados na investigação e inovação desta espécie para oferecer as melhores plantas, com garantia de qualidade genética e fitossanitária.

Posted by addup in congressos, feiras
Participação – XI EUROPEAN CHESTNUT DAYS

Participação – XI EUROPEAN CHESTNUT DAYS

A Deifil participou no XI Encontro Europeu da Castanha, que decorreu na região de Nova Aquitânia, França nos dias 21 e 22 de outubro de 2021.

Neste encontro, a Deifil contactou com produtores, empresas e comunidade científica de vários países europeus onde a produção de castanha tem grande impacto económico, como França, Espanha, Itália, Áustria e agora também a Grécia.

Durante dois dias foi possível visitar várias explorações nesta região, entrando em contacto com as diferentes abordagens, metodologias e até variedades utilizadas na produção da castanha e também com os principais problemas que afetam o setor.

Com este encontro reforçamos a ideia de que há ainda muito a fazer nesta cultura, que têm cada vez mais importância. Por isso, continuamos motivados e empenhados em apostar investigação e inovação desta espécie, dando aos nossos clientes plantas com garantia de qualidade genética e fitossanitária

Mais informações: http://www.eurocastanea.org/european-chestnut-days.html

Posted by addup in congressos, feiras
PreVineGrape – Desenvolvimento de um biofungicida para combate a doenças da videira.

PreVineGrape – Desenvolvimento de um biofungicida para combate a doenças da videira.

A necessidade de soluções mais sustentáveis no combate às principais doenças na vinha esteve na origem do projeto PreVineGrape, que pretende proporcionar à indústria vitivinícola uma solução fungicida de origem natural (biofungicida) para o combate aos principais causadores de avultados prejuízos nas vinhas: míldio (Plasmopara vitícola), oídio (Erysiphe necator/ Oidium tuckery) e podridão cinzenta (Botrytis cinerea).

A investigação estará a cargo do consórcio constituído por uma equipa multidisciplinar liderada pela empresa Deifil Technology, Lda e tem como copromotores a Sogrape, João Nicolau de Almeida & Filhos, Lda., Instituto Politécnico de Bragança e A.D.V.I.D. – Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense. O projeto representa um investimento total de 945.344,91 EUR realizado com apoio da união Europeia através do FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) no montante de 610.630,11 EUR.

O projeto terá a duração de 30 meses, estando prevista a sua conclusão em junho de 2023. Os trabalhos contemplam as atividades de prospeção de matrizes naturais (plantas ou partes de plantas) com efeito antifúngico, a obtenção das matrizes antifúngicas em grandes quantidades, a avaliação do potencial antifúngico das matrizes selecionadas in loco, a validação da atividade antifúngica do ingrediente desenvolvido e a promoção e divulgação ampla de resultados.

No final do projeto obter-se-á um biofungicida que permitirá a produção de vinhos com selo sustentável, baseado na eliminação de agentes químicos em práticas agrícolas.

Posted by addup in projetos, Sem categoria
Seminário – O Castanheiro e a Castanha

Seminário – O Castanheiro e a Castanha

O Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos (CNCFS) com o apoio da Câmara Municipal de Marvão irá realizar no próximo dia 31 de agosto, no anfiteatro da Quinta dos Olhos d’Água (São Salvador de Aramenha, Marvão), o Seminário “O Castanheiro e a Castanha”.

O programa do evento conta com a apresentação do projeto de I&D Michestnut3 – Produção de híbridos de castanheiro altamente resistentes e produtivos com recurso a técnicas de micorrização micropropagação e microenxertia, por Andreia Afonso da Deifil.

Inscrições através do e-mail ana.santos@cncfs.pt

Posted by addup in congressos, workshops
2ª edição Demolabs – Valornatural

2ª edição Demolabs – Valornatural

O ValorNatural é um projeto mobilizador no qual a Deifil lidera um grupo de trabalho dedicado aos Aromas e Modelação de Aromas em parceria com LSRE-LCM e a Pão de Gimonde.

Neste contexto, os aromas resultantes das nossas plantas estão a ser estudados como ingredientes de valor acrescentado para criar novos produtos para o mercado, nomeadamente através da inovação de produtos à base de cereais como o pão.

Assim, temos estudado o impacto da incorporação de aromas naturais nas características sensoriais de produtos de panificação para no futuro desenvolvermos estratégias de markting olfativo.

Posted by addup in congressos, Notícias, workshops